4 principais dúvidas sobre o curso de técnico em Enfermagem

A área técnica de Enfermagem vem ganhando espaço nas últimas décadas, e esse fato talvez acontece pelo aumento e pela a melhoria das redes hospitalares do País. O envelhecimento mais tardio da população brasileira também pode ser responsável por esse crescimento.

O curso técnico é mais rápido de fazer, tem boa empregabilidade e a remuneração é razoável. Então se você está pensando em fazer um curso técnico de enfermagem vale a pena conferir as respostas que separamos sobre as principais dúvidas do curso.

Qual diferença entre auxiliar e técnico em enfermagem?

Muita gente confunde o técnico em enfermagem com o auxiliar de enfermagem pois as duas profissões atuam na mesma área. No entanto existem diferenças entre as duas especialidades.

O profissional formado como auxiliar em enfermagem é designado, basicamente, para cuidar de pacientes que não estão em estado grave de saúde, já o técnico em enfermagem trabalha sob a supervisão de um enfermeiro e, dessa forma, pode prestar assistência em casos de maior complexidade. Uma de suas funções mais básicas é atender pacientes em pós-operatório, por exemplo.

Onde atua o técnico em enfermagem?

Os técnicos em enfermagem geralmente atuam em hospitais, nos centros cirúrgicos e nas unidades de terapia intensiva. No entanto também são contratados para trabalhar em postos de saúde, centros de diagnósticos, asilos e casas de ressocialização, além da UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

A média salarial do técnico em enfermagem varia de acordo com a região e com a empresa onde trabalha. Não existe um salário mínimo profissional único para profissionais dessa área, mas a média salarial de um Técnico em Enfermagem, de acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho, é de R$ 1.825.

Como funciona o curso?

O curso Técnico em Enfermagem dura, em média, dois anos ou 1.200 horas e é ideal para quem deseja entrar rapidamente no mercado de trabalho. As disciplinas do curso estão ligadas a área de Medicina, Administração, Sociologia e Psicologia.

A matéria Assistência ao Paciente em Pronto Socorro e a Enfermagem Obstétrica e Materna Infantil geralmente integram a grade curricular do curso. Algumas escolas também ensinam determinada área da enfermagem, como oncologia e saúde pública. Para fazer esse curso basta ser formado no Ensino Médio.

Onde fazer o curso de técnico em enfermagem?

No Brasil, existem ótimas instituições de formação que oferecem o curso com aulas práticas que ocorrem nos laboratórios da própria escola e em empresas conveniadas. As instituições exigem carga horária de estágio mínima de 600 horas, que geralmente também são realizadas em empresas conveniadas.

Tanto em instituições privadas quanto nas públicas é possível fazer o curso. O aluno também pode garantir uma vaga nos cursos SENAI, SENAC, SENAR e SENAT através do Pronatec.