Veja a diferença entre impostos, taxas e contribuições!

Durante a vida, com certeza você vai ouvir falar nestas três palavras: taxa, imposto e contribuição. Estes valores são muito importantes pois acabam influenciando de alguma forma a sua vida e são direcionados para diferentes áreas. Mas você sabe qual a diferença entre eles? O texto a seguir busca esclarecer melhor esta dúvida, portanto continue lendo e compreenda:

É fundamental saber como está sendo o gasto o dinheiro que investimos ou precisamos pagar em algumas negociações, ou até mesmo saber porque estamos sendo descontados. A maioria das vezes, nem temos noção da utilidade dos nossos impostos, taxas e contribuições, por isso, o texto a seguir estará pontuando um por um para que você possa compreender a trajetória do seu dinheiro.

Imposto

Comecemos pelos impostos, que estarão presente em diversas categorias. Os impostos influenciam sobre as posses e a sua renda mensal. Estes valores cobrados são revertidos em melhorias gerais, como por exemplo, serviços para a sua cidade e manutenção dos órgãos públicos. Vamos usar como exemplo o IPVA 2020, valor a ser pago pelos proprietários de veículos, neste caso o imposto é sobre o patrimônio.

Quando os proprietários de uma região pagam por exemplo, o IPVA MG 2020metade deste valor será destinado a melhoria e a manutenção dos serviços gerais de trânsito. Um outro exemplo de imposto é o Imposto de Renda, que é a aplicação em cima da renda do servidor.

Taxa

Agora vamos falar de taxas. As taxas estão presentes na maioria das coisas que pagamos e dos serviços que utilizamos. Este valor diz respeito a porcentagem para prestação de serviços a um ente público, tal como o desconto de taxas para quem recebe um prêmio em dinheiro. Parte, estará destinada ao governo.

Existem também as taxas públicas para serviços que beneficiam a população. Quando falamos da limpeza da rua, estamos falando de uma pequena taxa cobrada para que o serviço seja efetuado.

Contribuição

A contribuição, ás vezes, pode soar como facultativa, mas a nomenclatura não remete a isso! Chamamos de contribuição, quando de alguma forma o contribuinte for beneficiado.  Um bom exemplo são as contribuições do INSS, descontadas mensalmente do salário dos trabalhadores. Este valor será a garantia da aposentadoria para você, ou seja, sua contribuição se tornou um benefício.

Também existe a contribuição para melhorias, que também não deixa de ser um benefício. Por exemplo, a contribuição que é feita quando determinada rua vai ser asfaltada. Os moradores serão beneficiados e o valor das propriedades irá subir.